sábado, 4 de agosto de 2012

Amamentação e suas possíveis dúvidas!

Apesar de muito ler, pesquisar, perguntar e me preparar, quando você tem o bebê em seus braços tudo muda, ainda mais quando é o primeiro.


Quando recebi alta da maternidade, recebi a orientação de que teria que levar a Baby em até 5 dias em sua primeira consulta com o pediatra.

Gente, nunca imaginei que fosse tão difícil conseguir marcar consulta com essa especialidade.
Saí correndo atrás de indicações e consegui marcar a consulta.

Lá fomos nós, eu toda orgulhosa, com minha filha nos braços, Marido não pode ir, então minha mãe foi conosco.
Cheguei no Consultório, preenchi a ficha e subi pra consulta.

Maria Clara quando tira a roupinha faz o maior escândalo, a pediatra examinou tudo, viu os exames realizados na maternidade e foi para balança.

Ebaaaaa, chegou a hora de saber quanto minha filhota engordou, cresceu!

Pois é, mas esse foi o momento mais doloroso pra mim, pois segundo a Pediatra, Maria Clara não tinha ganhado o peso devido, ela devia ter recuperado o peso perdido ao nascer e junto com essa informação me disse:

- Se ela não engordar até o retorno em 8 dias, vamos entrar com o leite artificial.

Meu mundo literalmente desabou!

-  Como assim ela não estava ganhando peso?
- Como assim meu leite era fraco ou insuficiente?
- Eu adotei a livre demanda, acordo a cada 1 hora com todo prazer pra amamentar minha filha e você me diz que vamos dar leite artificial?

Cheguei em casa, desabei .... Nossa, fazia tempo que não chorava tanto!
Tentei tirar o leite com a bomba manual e não saiu uma gota sequer e com toda delicadeza do mundo, Marido vira e diz:

- Por isso ela acorda toda hora, você não tem leite!

Meu coração disparou e eu chorando olhava pro rostinho dela e dizia:

- Filha, mamãe vai dar um jeito, vamos juntas vencer esse obstáculo e eu tenho sim muito leite pra você!

Fui atrás de ajuda nos grupos que faço parte no face, inclusive um sobre Aleitamento Materno e como fui orientada fui atrás de um banco de leite pra tirar todas as minhas dúvidas pessoalmente.

Liguei no Banco de leite da Pro Matre, Santa Joana e fui super mau atendida, mesmo eu dizendo que minha filha tinha apenas 12 dias e eu estava cheia de dúvidas em como amamentá-la e que meu parto havia sido na própria Pro Matre, ninguém teve a vontade de me ajudar ou me orientar.

Até que liguei no Banco de Leite do Hospital Leonor Mendes de Barros e fui SUPER bem atendida, isso porque era um sábado às 16:30hs.

Falei o meu problema e a pessoa que me atendeu me convidou para eu ir no domingo pessoalmente com a Bebê lá no Banco de Leite que elas tirariam todas minhas dúvidas.

E foi isso que eu fiz, domingo, Marido, Maria Clara e eu, atravessamos a cidade e eu fui tirar minhas dúvidas e aprender a amamentar.

Sim, fui aprender!

Amamentar além de ser um ato de amor, precisa de certas técnicas pra que tenha o efeito desejado: alimentar e nutrir o bebê.
Aprendi que a pega tem que ser correta, como ordenhar caso tenha muito leite, como armazenar o leite ordenhado corretamente, o que fazer quando a Bebê dorme no peito, como saber se está mamando ou chupetando, como curar o bico todo machucado, aprendi a fazer massagem no peito e o pricipal, aprendi que não existe leite fraco e que sim eu tenho leite!

Enfim, aprendi corretamente como amamentar e deu resultado!

Voltei na Pediatra após 5 dias e Maria Clara ganhou mais peso que o desejado, ou seja, minha aula valeu a pena!

Por aqui, ela mama em livre demanda, acorda a cada 1 hora e aos poucos está aumentando o tempo no peito. 
Sim, ela usa meu peito de chupeta, mas aprendi que isso ajuda também a estimular a produção do leite, só controlo o tempo que ela realmente mama.
Quando ordenho meu leite, tento dar no copinho descartável pra ela, mas ela gosta mesmo é de cair de boca no peitão aqui!

Gente, o olhar dela fixo em mim enquanto mama é algo que faz valer a pena todo o cansaço que estou, todas as noites sem dormir.
Nossa conexão é maravilhosa, converso bastante com ela e faço questão (enquanto meu corpo permitir) em amamentá-la exclusivamente até os 6 meses com leite materno.

Se você tem dúvidas em relação a amamentação, procure um Banco de Leite, vá até o local, tire suas dúvidas!
Acredite que seu leite é o melhor e entre de cabeça, amor e prazer nessa fase!

Endereço e links interessantes:

Banco de Leite Humano do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros que fica situado na Av. Celso Garcia, 2477, 3º andar, Belenzinho, São Paulo.




Gostaria de agradecer a Isa (@maedemerda) por ter me ajudado, me orientado e ter tido toda a calma do mundo em me tranquilizar, ao grupo do face Aleitamento Materno Solidário e todas as mamães que comentaram meu post e me tranquilizaram, ao Grupo do face Mamães do Baby Center por também terem me tranquilizado.

Beijos


Comentários
11 Comentários

11 comentário(s) ;-)) :

  1. ...que experiência mais válida,heim!Sofri menos pq minha mãe tinha muita experiência e na maternidade o pediatra dos meninos tem uma enfermeira só para os bebês que nascem com ele, ou seja, passei dois dias tendo um intensivão sobre amamentação na maternidade, e o meu maridão foi essencial no processo pois buscava muita informação e discordava de qualquer um que fosse a favor do tal "complemento"...lindo post!!!Se precisar de qualquer coisa pode perguntar,aqui estamos no segundo round da amamentação e amamos muito isso!!!

    Vanessa Figueiredo
    http://vanessinhafigueiredo.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo depoimento Paola.
    Meu nome é Valéria tenho 36 anos sou de Uberaba-MG e sou mãe de Fillipe de 13 anos, Nycollas Henrique de 6 anos e João Guilherme nosso caçulinha que amanhã irá fazer 2 meses. Todos eu amamentei!
    O Fillipe de 13 só mamou em mim até o 6° mês pq eu tive que trabalhar e ele experimentou a mamadeira e deixou meu peito de lado. Mas Nycollas msm eu indo trabalhar, mamou em até 4 anos....kkkkkk
    Agora tenho meu raspinha do tacho João Guilherme. Nasceu prematuro de 35 semanas e ficou na UTI NEO por 5 dias em outra cidade longe de mim pois meu GO não me liberou para viajar. Quando fui buscá-lo a pediatra me receitou complementos achando que ele não ia pegar meu peito devido ao tempo que ele ficou sem amamentar. Msm sendo pela primeira vez que ele estava sentindo meu cheiro, pois eles não deixaram ele perto de mim quando ele nasceu, no msm dia que ele ganhou alta, chegando em casa fui logo apresentasndo o mamazinho a ele que pegou de primeira Graças a DEUS!!
    Ele nasceu com 2488kg, saiu da UTI com 2330kg. Com 15 dias pesava 2800g. Com 1 mês e 15 dias pesava 4600g e com 1 mês e 20 dias já pesava 5220kg só LM EM LD!!
    E é isso minha amiga, não existe leite fraco ou mãezinhas que não produzem leite. Existem falta de informação e disposição para sair a procura de ajuda!!
    Vou indicar seu Blog as mãezinhas que tiverem dúvidas sobre amamentação pois seu relato é exatamente igual ao de outras mãezinhas que tenho visto pelos grupos de mamães e gravidinhas FACE a fora!
    Parabéns pela garra força de vontade e atitude!
    Eu tbm não desanimei nunca.
    Mais uma vez parabéns pela sua iniciativa!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e carinho, Valéria!
      beijos

      Excluir
  3. Que coisa mais linda ... super delicioso seu depoimento e com ele seu desabafo!

    Que maravilha que você correu atrás e seguiu um instinto de buscar ajuda! Isso foi uma prova de maturidade!

    Parabéns!

    Beijos, Má
    www.monmaternite.com

    ResponderExcluir
  4. Esses dias no Mulher e Mãe eu dei essa dica p/ uma mãe,quando eu estava grávida durante o curso de gestante tivemos uma palestra com a chefe do Banco de Leite daqui de Blumenau,foi muito bom,e ela disse que se houvesse algum problema com a amamentação eles nos dariam todo o suporte,acho uma pene que existam profissionais que não estejam preparados p/ atender uma mãe em dificuldades nessa fase.Que bom que vc consegui,bom p/ vc e p/ Maria Clara,esse contato é maravilhoso,vc não desistiu,correu atrás,já é leoa e guerreira desde o início #vidademãe
    bjs
    http://minhaflorbela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. OI Paola, que bom que você conseguiu a ajuda, aprendeu e resolveram juntas a questão. Amamentar não é fácil, não. Mas a gente enfrenta e consegue.. E quem não consegue, não é menos mãe por causa disso e não precisa ficar frustrada.
    Que vocês continuem conseguindo, aprendendo juntas e contando com a ajuda de amigos e pessoas do bem.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  6. Paola, seu post seu foi selecionado para o top five do Recanto, passa lá para conferir...
    beijos,
    equipe do recanto

    ResponderExcluir
  7. OI Paola, voltei aqui para te parabenizar por estar no Top beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Lindo menina sua história de amamentação
    Amamentar é lindo mesmo...que bom que conseguiu amamentar sua filha :)
    A minha só mamou até 1 mês, mu leite secou...aff

    Gostei do seu blog
    Parabéns pelo prêmio também
    Seguindo...
    Dar uma passadinha lá no meu tb...se gostar segue hehehe
    Deus abençõe você e sua família

    http://leteiabispo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Paola Preusse . Tecnologia do Blogger.

© Maternidade Colorida , AllRightsReserved.

Ilustração por Re Vitrola Layout e Programação por Raquel Brehm